Copa 2010 – Análise do grupo G

Depois de muito tempo o Brasil volta a cair em uma chave complicada na primeira fase de uma Copa do Mundo, mas mesmo assim não deve encontrar dificuldades para avançar às oitavas. Costa do Marfim e Portugal duelam pela segunda vaga, mas os africanos devem levar vantagem.

Brasil – Tudo bem, Dunga tem colhido bons resultados à frente da Seleção. Conquistou Copa América, Copa das Confederações e terminou as eliminatórias Sul-Americanas como líder. Mas nunca consegui encontrar motivação para assistir a uma partida do atual time. Maicon pra mim é uma piada como lateral de seleção. O tempo de Gilberto Silva já passou. Fábio Aurélio, um dos melhores laterais-esquerdos do mundo, sequer é lembrado. Obviamente que existem acertos, como Luís Fabiano. A Seleção passa em primeiro lugar e pode até ser campeã, mas não me encanta de jeito nenhum.

 

Luís Fabiano

Coreia do Norte – Se alguns técnicos conhecidos vez por outra insistem na realização de treinos secretos, o norte-coreano Kim Jong-Hun nem precisa de explicações para fechar os treinamentos da sua seleção. Com um forte isolamento controle cultural e político, os veículos de comunicação são rigorosamente controlados pelo regime totalitário. O país volta a disputar um mundial após 44 anos, quando surpreendeu o mundo ao eliminar a Itália, em 1966. 

Kim Jong-Hun

Costa do Marfim – Chega à segunda copa consecutiva consolidada como uma das seleções africanas mais fortes da atualidade. O time é Drogba e mais dez, mas isso não significa que os outros sejam coadjuvantes. Kalou, Eboué, Kolo Touré, Yaya Touré e Zokora, entre outros, são jogadores com boa experiência internacional, que atuam em clubes de grande expressão. Para mim, os marfinenses passam à segunda fase atrás do Brasil.

Yaya Touré

Portugal – Com Carlos Queiroz como técnico, os patrícios sofreram para chegar à Copa, tendo precisado disputar uma repescagem complicada contra a Bósnia-Herzegóvina. O destaque do time, Cristiano Ronaldo, não participou dos últimos confrontos por estar machucado, mas deve dar as caras na África do Sul. Ricardo Carvalho e Pepe são as referências na zaga, além de Bruno Alves, defensor que marca muitos gols. Deco é responsável pela armação das jogadas no meio-de-campo.

Bruno Alves

Palpite Offside: Brasil em primeiro e Costa do Marfim em segundo.

Explore posts in the same categories: Uncategorized

Tags: , , , ,

You can comment below, or link to this permanent URL from your own site.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: